Até Sempre, António!

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Foto: Caras

Obrigada por toda a herança de sorrisos que deixaste aos Portugueses!

"Não tenho propriamente medo da morte. Não é uma coisa que me anime, mas não tenho medo. Tenho mais medo de alguma incapacidade física, de perder qualidade de vida, tenho pavor de ficar ligado a uma máquina, em estado vegetativo. Mas sempre achei que iria ultrapassar o cancro. E embora não acredite muito na vida além da morte, sempre vi a morte como uma passagem, que faz parte de um ciclo de vida. A morte é a coisa mais certa que temos." (Junho 2009)

"Aproveitem a vida e ajudem-se uns aos outros. Apreciem cada momento, agradeçam e não deixem nada por dizer, nada por fazer!"

Podem Gostar De...

4 comentários

  1. Este senhor,este grande senhor,deixou-nos mas deixa um legado que perdurara gerações,e isso torna-o imortal.
    Paz à sua alma!

    ResponderEliminar
  2. De facto tenho muita pena dele...
    bjs

    ResponderEliminar