Roteiro de Roma

10:00

Como disse neste post, na 5ª-feira passada fui para Roma por 4 dias. Hoje venho aqui deixar-vos algumas dicas da viagem: como ir, onde ficar, as refeições, o que ver, etc...


Como ir:

Não marquei o voo com muita antecedência por isso já não consegui apanhar um bom preço, no entanto o valor mais baixo que consegui foi pela Ryanair. Com saída de Lisboa (terminal 2) às 9h e chegada a Roma às 13h (lá é mais uma hora que cá) ao aeroporto de Ciampino. Do aeroporto apanhámos um autocarro para o centro da cidade, na zona de Termini, por 3,90€. Esta zona tem vários autocarros, metro e comboio que nos levam para os outros pontos da cidade. 

Claro que quanto mais barata a viagem de avião ficar melhor é, se marcarem com antecedência conseguem uma viagem de uma companhia melhor pelo preço de uma low cost mais perto da data. Por ter ido numa low cost optei por pedir dois extras: marcação de lugares e uma mala de porão
De regresso a Lisboa, fizemos o mesmo trajecto mas no voo das 16h, com chegada às 18h.






Onde ficar:

Depois de muito procurar e, porque o orçamento não era assim tão grande, consegui encontrar um alojamento que me "enchesse as medidas" porque no que toca a sair de casa para uma viagem tenho sempre em mente que terei que ter as mesmas ou melhores condições que aqui. Escolhi o Bed and Breakfast Best Vatican, situado perto do Vaticano, num sitio tranquilo e muito perto do metro. 

Este alojamento é na verdade um apartamento com 5 quartos alugados, com uma decoração gira e moderna, uma vez que foi inaugurado em 2014. Os quartos não são grandes mas têm tudo o que é necessário, até TV com 1000 canais, além de internet. 
O pequeno-almoço é escolhido por nós na véspera e entregue à hora combinada no quarto, é super variado: pão, croissants, doce, carnes frias, queijo, cereais, leite, sumo natural, café, iogurte, capuccino, fruta e vários tipos de ovos. 

Reservei o alojamento através do Booking e no final a relação preço/qualidade foi muito boa. O único inconveniente deste B&B é o tipo de insonorização, ouve-se os outros hóspedes a circularem pelo corredor. 

Refeições:

Como o pequeno-almoço era bem reforçado, o almoço foi mais ligeiro; optámos por sandes e peças de fruta ou pizza (cerca de 3€), daquelas que se vendem à fatia em locais espalhados por toda a cidade. Em Roma as bebidas são super caras, uma simples lata de refrigerante custa 3/4€, assim como as garrafas de água. Por isso se tiver oportunidade sugiro que, para durante o dia, comprem num supermercado e não em cafés.

O que ver:

Depois de ver vários roteiros na net como o da Andreia ou o da Dri, tracei o nosso. Durante os 4 dias que estivemos em Roma andámos imenso a pé, sempre com o mapa na mão e com os sitio para onde íamos em mente. 

Piazza di Popolo 



Piazza di Popolo ou Praça do Povo é uma praça enorme, com três igrejas e no centro tem o Obelisco trazido do Egipto por Octavio Augustos. Dá acesso a uma das ruas mais movimentadas da cidade: Via del Corso. 

Fontana di Trevi




Um dos lugares mais emblemáticos da cidade mas que infelizmente estava um pouco tapada devido às obras de reconstrução. Reza a lenda que devemos atirar uma moeda de costas para voltarmos a Roma e assim o fiz! (devido às obras não consegui tirar outra foto que ficasse gira...)


Pantheon







Neste monumento a entrada é livre e está aberta das 9h às 18h. É um templo dedicado aos deuses romanos e no cimo tem um buraco de cerca de 9 metro de diâmetro, que através das suas características mesmo que chova a água não entra lá dentro. 

Piazza Navona








Uma das praças mais conhecidas e movimentadas de Roma, a Piazza Navona está cheia de artistas de rua, turistas e vendedores. 

Piazza Venezia e Monumento Vittorio Emanuelle II



Nas duas vezes que passámos por este edifício, em dias diferentes, assistimos a grandes manifestações dos residentes de Roma. O Vittorio Emanuelle II, situado na Piazza Venezia é outro dos monumentos mais característicos da cidade e, é possível subir até ao último andar para ter uma vista maravilhosa. 

Ruínas de Torre Argentina



Estas ruínas são compostas por quatro templos e são conhecidas porque aqui foi onde morreu Júlio César. 

Coliseu, Palatino e Fórum Romano











Aberta das 8:30h até às 16h e com bilhetes normais a 12€, este é sem dúvida O monumento da cidade. Apesar de ser um sitio super imponente, penso que se não forem super apreciadores deste género de história, podem só vê-lo por fora. Como temos menos de 25 anos, comprámos o bilhete reduzido e online, pagámos a taxa de reserva mas quando lá chegámos vimos que as filas eram mínimas, pelo que não valeu a pena. 

Museu do Vaticano









Para os amantes de arte, aqui é mesmo o paraíso pois há de tudo um pouco. Aberto deste as 9h até às 16h e com bilhetes normais a 16€, este museu é muito grande. Se virem tudo com muito pormenor, facilmente demoram um dia. 
A capela Sistina é a parte mais conhecida deste museu, estava com imensa gente e apesar dos seguranças estarem sempre a dizer "No photo" conseguimos tirar algumas para recordação!

Piazza di Spagna


Nesta praça estava TANTA gente que foi impossível tirar uma foto melhor, acho que nunca vi tanta gente num sitio só. Para escapar à multidão nada melhor do que ir pela Via Condotti, onde estão as lojas das melhores marcas de luxo!

Bocca della Veritá



Quando aqui chegámos já as grades estavam fechadas, no entanto deu para espreitar e ver a grande máscara em mármore com a boca aberta. 

Trastevere


Fotos do Google


Tenho imensa pena de não ter tirado fotos a um dos bairros que mais gostei em Roma, porque fiquei sem bateria na máquina. Trastevere é um bairro que tem imensos restaurantes, esplanadas e bares, um sitio onde os amigos se costumam reunir assim como cá no Bairro Alto. 
Optámos por jantar no restaurante Grazia and Graziella por sugestão da Joana e na companhia da Camila e do namorado, uma vez que também estavam de férias em Roma. Foi uma noite super agradável, tanto pela companhia como pela refeição. 

Basílica de São Pedro e Papa






 Com a Camila e o namorado



Quando marquei a viagem, escolhi os dias de forma a poder estar presente num Domingo, para ter a possibilidade de tentar ver a ouvir o Papa Francisco. Neste Domingo pude assistir ao Angelus, apesar de não ser católica praticante, foi um momento intenso que me fez muito bem. 
A fila para a Basílica de São Pedro era grandita, demorou cerca de 30/40min mas valeu a pena. A entrada é gratuita (está aberta das 9h às 18h). É uma igreja muito imponente, onde se sente algo tranquilizante. À entrada está a obra que Michelangelo fez quando tinha apenas 25 anos, La Pietá. Como neste dia regressávamos cedo a Lisboa, já não conseguimos subir à cúpula da Basílica (paga-se 7€ mas dizem que a vista vale muito a pena) nem ao piso inferir onde estão os túmulos dos Papas. 


Espero que tenham gostado deste mega post sobre a minha viagem a Roma e que vos seja útil para a vossa! Brevemente irei mostrar-vos, noutros posts, mais pormenores dos looks usados na viagem.

Podem também seguir o blogue no Facebook e no Instagram!

Podem Gostar De...

16 comentários

  1. Adorei o post, super útil! :)
    Já alguma vez foste a Londres? Se sim, tens algum post deste tipo para lá?
    Beijoca

    ResponderEliminar
  2. Quando se lê posts destes fica sempre um bichinho com vontade de lá ir! ;)
    Cris

    www.lima-limao.pt

    ResponderEliminar
  3. Fui das que pedi o roteiro (ainda bem que fizeste) e adorei. Tenho imensa vontade de conhecer Roma e queria ver se este ano é que é. O hotel parece mesmo muito simpático o que facilita imenso.
    www.letirose.com

    ResponderEliminar
  4. "apesar dos seguranças estarem sempre a dizer "No photo" conseguimos tirar algumas para recordação!"...
    Fui há 2 anos aos museus do Vaticano. Adorei, sem dúvida, mas uma das coisas que mais me impressionou foi a falta de civismo dos turistas que teimavam em tirar fotos dentro da capela Sistina quando se viam (e ouviam!) avisos por todo o lado a dizer que era proibido. É um local sagrado, que merece respeito, e que precisa de ser preservado (se dizem que as fotos são proibidas, algum motivo há de haver para isso). Infelizmente não será a primeira nem a última...
    Espero que não veja o meu comentário como sendo um comentário agressivo, é apenas a minha opinião (que possivelmente é a mesma de muitas outras pessoas, ou não!) e pode ser que numa futura viagem se lembre do mesmo (ou, mais uma vez, não!) :)

    ResponderEliminar
  5. Olá! Adorei o roteiro, fiquei cheia de vontade de ir a roma, sabes dizer mais ou menos quanto gastaste.

    Obrigada.

    Joana

    ResponderEliminar
  6. Eu visitei tudo isso e fiz a cúpula e os túmulos no vaticano e sim vale muito a pena. É uma viagem linda!

    ResponderEliminar
  7. O ano passado tinha uma viagem marcada para Milão (com ideia de estar uma semana a correr várias cidades), que acabei por desmarcar por estar demasiado cansada, para uma viagem tão cultural. Mas deixaste-me com vontade de voltar a pensar numa escapadinha, naquelas bandas.

    ResponderEliminar
  8. Que fotos giras! :)

    Também gostei muito do jantar! Que tenhamos a oportunidade de viajar muito ao longo da vida e de fazer mais jantares! eheh

    beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Vi as fotos e lembrei-me de imensos sítios por onde passei : )

    http://mundodamafy.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  10. Fui a um mês!!! :D Adorei!!!
    Também publiquei no meu blogue o roteiro...
    http://modadarapunzel.blogspot.pt/2015/02/domingo-dia-do-papa-francisco.html

    ResponderEliminar
  11. Já visitei e adorei ROMAI!
    No entanto não consigo perceber a necessidade de fotografar o que não é permitido!
    "apesar dos seguranças estarem sempre a dizer "No photo" conseguimos tirar algumas para recordação!"
    Se não é permitido, por alguma razão será, por muito que nos custe devemos RESPEITAR! Para recordar ficam as memórias e poderá sempre consultar na net sites com fotos oficiais!
    Lembrem-se disso em próximos locais sinalizados como "NO PHOTO".
    Deverá preocupar-se ainda mais, uma vez que é lida por várias pessoas que tendem a recriar os momentos... como tal, acho que uma frase como "Da Capela Sisitina não temos fotos pois não era permitido tirar, mas é maravilhosa! Não deixem de visitar!"


    ResponderEliminar
  12. Ola!!
    Muito giras as tuas fotos!!
    Obg pela partilha.

    Vamos a Roma em Julho e escolhemos os dias de forma a estarmos presentes num Domingo, para assistir e ver o Papa...
    Podes ajudar-me numa questão? Como se processa essa "visita"?Ou seja, chegaste a que horas, qual a melhor maneira de proceder por forma a ter um local com boa Vista para o Papa? E demora quanto tempo?
    Obg pela ajuda!
    Beijokas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Maria, boa noite!

      Obrigada pelo seu comentário. O melhor será consultar a agenda oficial do Papa, para saber que evento terá nesse dia, mas em principio será às 12h. No dia em que fui durou cerca de 20 min. O Papa aparece numa janela pequena, do lado direito da praça do Vaticano.

      Beijinho e boa viagem!

      Eliminar
  13. olá, em fevereiro também vou a roma! alguém me pode esclarecer se o seguro de viagem é obrigatório? já li por aí que sim. obrigada!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite! Não não, os seguros são opcionais. Boa viagem ;)

      Eliminar