Roteiro Sul de Itália - Parte I

segunda-feira, 24 de julho de 2017


Sou uma apaixonada por Itália! Já lá estive três vezes e até costumo dizer que acho que noutra vida fui Italiana. É um país lindo e sou fanática pela sua gastronomia – a única que acho que faz concorrência à nossa!

Assim que o meu amigo Pedro me desafiou a ir até ao sul de Itália, não hesitei! Os voos para Nápoles não estavam excessivamente caros (tendo em conta que íamos numa semana “concorrida” e que estávamos a poucas semanas dali…), por isso “bora lá”! Traçamos o roteiro aos poucos, sabíamos que íamos passar o primeiro dia em Nápoles, queríamos ir a Capri, fazer a costa Amalfi e depois “apareceu” Ischia.
Portanto como escrevi anteriormente fomos de Lisboa par Nápoles, através da Ryanair. Saímos de Lisboa numa 4ª-feira às 14, a viagem demorou cerca de 2 horas e meia.
O primeiro impacto de Nápoles não foi mesmo nada bom! Começámos pela zona velha e para além de acharmos feia, é escura e muito suja… digamos que não foi das melhores experiências mas mais à frente já vos conto da nossa 2ª oportunidade…



Ischia (a maior das três ilhas da baía de Nápoles)
Como ir?
Para chegar à ilha Ischia fomos de barco desde Nápoles logo na 5ª de manhã. A viagem tem duração de cerca de uma hora, vamos super confortáveis e custa 22,50€.

Onde ficar?
Através do Booking alugámos um quarto no Villa Livia, um Bed & Breakfast super amoroso. Não era muito luxuoso mas a parte exterior era encantadora. Tinha um jardim e vista incrível, para o mar e castelo! Por uma noite para duas pessoas pagámos 55€. O pequeno-almoço foi pago à parte, 6€ por pessoa, por este preço poderia ter mais algumas coisinhas…


O que ver?
Ischia é uma ilha que facilmente se vê num dia! Para andar de um lado para o outro, como é sempre a subir e descer, optámos também pelos autocarros, que têm o preço de 3,60€. Apesar de, para ir para a ponta da ilha termos optado pelo autocarro, depois andámos maioritariamente a pé.
Um dos conselhos que vos posso dar é que antes de irem aos sítios explorem um bocadinho do Instagram e vejam as fotos que foram tiradas nas localizações. Por causa de uma foto da Jules, fomos a um sítio espetacular! Quer dizer, a localização às vezes não ajuda porque engana e foi isso que nos aconteceu, fomos dar a um sítio em que a foto não tinha sido tirada lá mas com a ajuda de um local chegámos ao sítio certo.
A zona de Sant’Angelo é muito bonita, com várias encostas típicas daquela zona de Itália. Foi por lá que também aproveitámos para almoçar e fizemos praia. A água estava a temperatura ideal, não custava a entrar e dava para refrescar.
Em Forio, dizem que produzem os melhores vinhos da região e também têm a praia de Citara, famosa pelo parque termal.

Depois o centro da ilha, perto do porto, também é muito giro de explorar (a pé) com ruas e ruelas muito típicas. Para ver o pôr-do-sol, escolhemos a zona do castelo Aragonese, na Ischia Ponte, onde a vista é excelente e a cor do céu até fez arrepiar! Para jantar optámos por um restaurante típico italiano, no centro com música ao vivo.


(continua...)
Podem também seguir o blogue no Facebook e no Instagram!

Podem Gostar De...

2 comentários